Recados para Orkut
Jesus, Eu Confio em Vós!
Deve rezar a alma recém convertida para que não venha a cair novamente. Santa Faustina (Diário 146)

Digite aqui o seu Email e receba as boas novas do nosso blog

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Pastorinhos: Primeira canonização em Portugal é motivo de «alegria» - D. José Cordeiro

Pastorinhos de Fátima

Pastorinhos de Fátima

   Bispo de Bragança-Miranda diz que novos santos Francisco e Jacinta Marto ensinam «limpidez do coração»

Fátima, 28 abr 2017  – O presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade considerou como “um dom da graça de Deus” a canonização de Francisco e Jacinta Marto, a primeira de sempre em Portugal com presidência do Papa Francisco, no próximo dia 13 de maio.
“Para nós é um motivo enorme de gratidão, de alegria, de muita esperança os Pastorinhos serem apresentados como intercessores e modelos de vida cristã, de uma forma clara e assente na tradição viva da Igreja”, afirmou D. José Cordeiro.
À Agência ECCLESIA, o presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade, da Conferência Episcopal Portuguesa, acrescentou que a canonização de Francisco e Jacinta Marto traz também “muita responsabilidade”.
“É um valor acrescentado para a espiritualidade e também para a liturgia, porque o Francisco e a Jacinta, a seu modo e a seu tempo, sempre estabeleceram esta intimidade com os sacramentos e de um modo especial com a Eucaristia e fizeram dela o centro da sua vida”, desenvolveu o bispo de Bragança-Miranda.
A Missa a que o Papa Francisco vai presidir a 13 de maio, pelas 10h00 no Santuário de Fátima, inclui o rito de canonização propriamente dito, em português, no início da celebração.
Para D. José Cordeiro, os dois pastorinhos “apontam para a limpidez do coração” e para “esta amizade, de intimidade com Jesus e com Maria nas suas expressões”.
O prelado foi reconduzido como presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade na 191.ª Assembleia Plenária dos bispos portugueses, hoje em destaque na mais recente edição do Semanário ECCLESIA.

Sem comentários:

Enviar um comentário

ARQUIVO DE MENSAGENS PUBLICADAS