Recados para Orkut
Jesus, Eu Confio em Vós!
És a bem aventurada alegria, Ave, ó Maria, porque, por Vós, Deus desceu à Terra e ao meu coração. Santa Faustina (Diário 40)

Digite aqui o seu Email e receba as boas novas do nosso blog

sábado, 15 de junho de 2013

Vaticano: Igreja católica quer contribuir para debate político, económico e cultural

Papa Francisco recebeu parlamentares franceses a quem lembrou o dever de “elevar a pessoa humana”

D.R.
Cidade do Vaticano, 15 jun 2013 (Ecclesia) – O Papa Francisco reiterou hoje o contributo que a Igreja católica pode dar na compreensão do ser humano, uma reflexão que “não se situa apenas no campo antropológico ou social, mas também num âmbito político, económico e cultural”.
Foi durante um encontro com parlamentares franceses do grupo de amizade França-Santa Sé que o Papa sublinhou que o princípio de laicidade não significa “hostilidade” ou exclusão das religiões nos debates sociais.
“O princípio da laicidade que regula as relações entre o Estado francês e as diversas confissões religiosas não deve significar em si uma hostilidade à realidade religiosa, ou uma exclusão das religiões do campo social e dos debates que aí acontecem”, sublinhou no seu discurso disponibilizado pela sala de imprensa do Vaticano.
O encontro foi apontado por Francisco como uma sinal da “relação de fidelidade” que existe em França entre a vida pública e a Igreja Católica, sintoma também da disponibilidade da sociedade francesa para “redescobrir propostas feitas pela Igreja que oferecem uma visão da pessoa e da sua dignidade humana em vista ao bem comum”.
O Papa pediu aos parlamentares para “contribuírem de forma eficiente e constante para a melhoria da vida” dos franceses pois, embora possam ter um trabalho “técnico e jurídico” é também necessário “um suplemento, um espírito que não reflita apenas a moda e o momento mas que ofereça uma indispensável qualidade de vida que eleva e notabiliza a pessoa humana”.


Sem comentários:

Enviar um comentário

ARQUIVO DE MENSAGENS PUBLICADAS